Cuiabá (MT), quinta, 31 de julho de 2014
Turma do Epa
Quarta, 15 de maio de 2013, 19h39
Chapeu SEM INVESTIMENTO

Escolas estaduais e as precariedades no espaço físico

Estabelecimentos de ensino do Estado recebem equipamentos de ar condicionado mas não podem instalar os aparelho devido a fragilidade ou falta da rede elétrica nas unidades de ensino.
Fernanda Leite  / Cuiabá - MT

Os trabalhadores da Educação de Mato Grosso, em ato público realizado nesta quarta-feira (15/05) na Praça Alencastro em Cuiabá, mostraram como estão as condições das escolas públicas de todo o Estado: uma verdadeira calamidade pública.

Das 729 unidades escolares, foram apresentados por meio de exposição fotográfica os problemas registrados em 50 escolas estaduais de vários municípios. Os representantes da educação de cada região relataram que os problemas na estrutura física das unidades educacionais são praticamente os mesmos e predominam entre eles as deficiências nas redes elétrica e hidráulica, além da falta de manutenção.

Gestão Maggi

Os educadores apontaram que a maioria dos problemas estruturais surgiu nas reformas efetuadas na gestão do ex-governador Blairo Maggi (PR).

O diretor da Escola Estadual Padre Arlindo, do município de Campo Novo dos Parecis, professor Cezar Augusto Guedes, relatou que na escola que administra,  a última reforma foi feita no ano de 2003. Segundo ele, a rede elétrica não comporta atualmente as necessidades da instituição escolar devido à espessura dos fios que não suportam mais carga.

“Desde a gestão do Maggi até hoje, não há reformas, somente maquiagem. Não dá para usar nem ventiladores nas salas de aula imaginem ar condicionado”, reclamou. Por falta de capacidade da rede elétrica o docente disse que em menos de um ano 13 ventiladores foram danificados na escola que administra.

Em Cuiabá, uma das unidades citadas com problemas estruturais é a  Escola Estadual Leovegildo de Melo, no CPA III. O estabelecimento dispõe de 6 aparelhos de ar condicionado que não podem ser ligados pelos riscos que poderá provocar na rede elétrica.

Em Cáceres, o representante da sub-sede do Sintep, Orlando Cavalcante, aponta que as escolas são usadas para interesses eleitorais. “Alguns políticos mandam fazer uma pintura ou um puxadinho e pronto. Dá a impressão que as escolas estão em boa conservação, mas o tempo  acaba mostrando que não”, observou ele.

O professor denunciou ainda, princípios de incêndio e até ocorrências de maiores proporções ocasionadas por problemas na rede elétrica. “As paredes estão mofadas e várias escolas já foram queimadas em Cáceres por curtos nas instalações elétricas”, criticou Orlando.

Em Barra do Garças a denuncia se refere ao recebimento de tablets na Escola Maria Nazareth. A unidade escolar está inclusa no programa do Governo Federal "Um Computador por Aluno", porém não pode utilizar os aparelhos por falta de tomadas de energia elétrica. Os equipamentos continuam empacotados e  envelhecendo sem condições de uso.

Sintep protocola denúncia

Paralelo a manifestação na praça, os representantes do Sintep/MT protocolaram em cinco órgãos públicos um dossiê com 264 páginas ilustrado com fotografias e descrição dos problemas registrados nos estabelecimentos educacionais. 

 Receberam o documento com a denúncia: Ministério Público Estadual (MPE), Gabinete do Governador, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Secretaria de Estado da Educação  (Seduc) e Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Os trabalhadores da Educação de Mato Grosso institucionalizaram o dia 15 de maio como uma data em que se manifestarão em prol do ensino público de qualidade. A manifestação teve início neste ano de 2013 e se depender da iniciativa do Governo Estadual em promover as reformas nas escolas, o protesto seguira por muitos anos.


 leia também
Quinta, 31 de julho de 2014
07:20
Chapeu ELEIÇÕES 2014
Luciane protocola renúncia à suplência
Luciane Bezerra (PSB) deputada estadual e candidata à segunda suplência renunciou à candidatura.
07:19
Chapeu ELEIÇÕES 2014
Dinheiro: dura realidade das campanhas
Ainda que os candidatos não chamem "dinheiro" pelo nome e se utilizem de eufemismos para definir "apoios", até agora as campanhas enfrentam uma dura realidade: falta de dinheiro.
Quarta, 30 de julho de 2014
07:13
Chapeu vacinação
SUS vai vacinar crianças contra hepatite A
O Ministério da Saúde anunciou ontem (29) a inclusão da vacina contra o vírus da hepatite A no calendário nacional de vacinação do Sistema Único de Saúde, a partir deste mês.
07:12
Chapeu ELEIÇÕES 2014
Campanha com pouco dinheiro
Ao se propor a fazer uma campanha franciscana, Taques responsabiliza as defecções de seu grupo por falta de "preparo" dos candidatos a deputado.
Terça, 29 de julho de 2014
07:39
Chapeu  ELEIÇÕES 2014
DEM não indica substituto
O DEM abriu mão de indicar um candidato das fileiras do Partido. Vai se Manter na Coligação "Coragem e Atitude para Mudar" e dará apoio ao candidato a governador.
07:31
Chapeu produção mineral
O cooperativismo está regularizando a atividade em MT
As cooperativas do ramo Mineral de Mato Grosso buscam melhorias para um setor que vive uma expressiva expansão, mas enfrenta sérios conflitos.
Domingo, 27 de julho de 2014
21:47
Chapeu  ELEIÇÕES 2014
Taques: em paz com Jaime
Ninguém fala sobre o que aconteceu de fato. A candidatura a reeleição de Jaime se tornou um fardo pesado. A união com o "velho" atrapalhava o discurso do novo. Por essas e outras, Jaime desistiu.
21:28
Chapeu CARGA TRIBUTÁRIA
Grandes empresas reduzem arrecadação
Pequenas e médias empresas sustentaram crescimento da arrecadação federal até agora.
Sábado, 26 de julho de 2014
08:26
Furtos de água aumentam 108% entre 2013 e este ano
CAB Cuiabá emitiu no primeiro semestre desse ano, 676 notificações por furto de água.
07:15
Chapeu SUCESSÃO 2014
Campanhas e acidentes de percurso
Algumas surpresas, umas agradáveis outras nem tanto, mas, as campanhas avançam. Umas mais, outras, menos.

+ ver todas as matérias
Eparre

 Franciscano por devoção


Alguém do círculo próximo de José Riva assegurou que o deputado é "franciscano" por devoção, mas, garantiu que o candidato a governador não mistura, religião, futebol e política.

 Arcas furadas


As arcas de campanha dos candidatos parecem furadas ou, então, têm tesoureiro que consegue escapar à marcação cerrada dos candidatos a deputado. Daí as insatisfações.

 Sem doadores


Riva reclamou dos boatos de seus adversários que insistem em falar nas dificuldades para o registro de sua candidatura. É uma atitude para espantar "doadores de campanha."

 Dureza


Observador atento da cena política: "esta será uma campanha dura em todos os sentidos".

 Caça a Silval


O governador Silval Barbosa vê se aproximar o período de cafezinho gelado e ausência de garçons. E mais: torna-se alvo de predileção do Ministério Público.

Eparre

Quinta, 31 de julho de 2014
Marcio Fernandes
Me engana que eu gosto. Quer dizer que os caras têm agenda, assessores, advogados em tempo integral e outros apetrechos mais e não gastam nada com isso? O dinheiro está entrando regularmente. O problema, como sempre, está nos registros. É tudo caixa 2. Não tem bom.

Quinta, 31 de julho de 2014
Fabrício
Rs..rs...rs...Coitados...não têm dinheiro nenhum...Esses candidatos a deputado não perceberam que a grana vai pra quem eles querem que sejam eleitos? Uns vão chutar a gol e outros vão de gandula.

Quinta, 31 de julho de 2014
Dirceu Assunção
Isso pra enganar trouxa. Ta todo mundo metido com o tal de Caixa 2. Repassar pra que?

Terça, 29 de julho de 2014
Lauro
Acho que a verdade sobre essas defecções está no que foi dito aqui. É $$$$. A moçada está com muita sede e o $$$$ difícil. E ainda é cedo. Basta por o Taques para andar que o resto vai se ajeitando como os sacos de batatas num caminhão lotado. No primeiro chacoalho ou se ajeita ou cai. Ou melhor. Desiste.

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 HUMOR
A realidade de um cantor de barzinho
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados