Cuiabá (MT), sexta, 24 de junho de 2016
Turma do Epa
Quarta, 15 de maio de 2013, 19h39
Chapeu SEM INVESTIMENTO

Escolas estaduais e as precariedades no espaço físico

Estabelecimentos de ensino do Estado recebem equipamentos de ar condicionado mas não podem instalar os aparelho devido a fragilidade ou falta da rede elétrica nas unidades de ensino.
Fernanda Leite  / Cuiabá - MT

Os trabalhadores da Educação de Mato Grosso, em ato público realizado nesta quarta-feira (15/05) na Praça Alencastro em Cuiabá, mostraram como estão as condições das escolas públicas de todo o Estado: uma verdadeira calamidade pública.

Das 729 unidades escolares, foram apresentados por meio de exposição fotográfica os problemas registrados em 50 escolas estaduais de vários municípios. Os representantes da educação de cada região relataram que os problemas na estrutura física das unidades educacionais são praticamente os mesmos e predominam entre eles as deficiências nas redes elétrica e hidráulica, além da falta de manutenção.

Gestão Maggi

Os educadores apontaram que a maioria dos problemas estruturais surgiu nas reformas efetuadas na gestão do ex-governador Blairo Maggi (PR).

O diretor da Escola Estadual Padre Arlindo, do município de Campo Novo dos Parecis, professor Cezar Augusto Guedes, relatou que na escola que administra,  a última reforma foi feita no ano de 2003. Segundo ele, a rede elétrica não comporta atualmente as necessidades da instituição escolar devido à espessura dos fios que não suportam mais carga.

“Desde a gestão do Maggi até hoje, não há reformas, somente maquiagem. Não dá para usar nem ventiladores nas salas de aula imaginem ar condicionado”, reclamou. Por falta de capacidade da rede elétrica o docente disse que em menos de um ano 13 ventiladores foram danificados na escola que administra.

Em Cuiabá, uma das unidades citadas com problemas estruturais é a  Escola Estadual Leovegildo de Melo, no CPA III. O estabelecimento dispõe de 6 aparelhos de ar condicionado que não podem ser ligados pelos riscos que poderá provocar na rede elétrica.

Em Cáceres, o representante da sub-sede do Sintep, Orlando Cavalcante, aponta que as escolas são usadas para interesses eleitorais. “Alguns políticos mandam fazer uma pintura ou um puxadinho e pronto. Dá a impressão que as escolas estão em boa conservação, mas o tempo  acaba mostrando que não”, observou ele.

O professor denunciou ainda, princípios de incêndio e até ocorrências de maiores proporções ocasionadas por problemas na rede elétrica. “As paredes estão mofadas e várias escolas já foram queimadas em Cáceres por curtos nas instalações elétricas”, criticou Orlando.

Em Barra do Garças a denuncia se refere ao recebimento de tablets na Escola Maria Nazareth. A unidade escolar está inclusa no programa do Governo Federal "Um Computador por Aluno", porém não pode utilizar os aparelhos por falta de tomadas de energia elétrica. Os equipamentos continuam empacotados e  envelhecendo sem condições de uso.

Sintep protocola denúncia

Paralelo a manifestação na praça, os representantes do Sintep/MT protocolaram em cinco órgãos públicos um dossiê com 264 páginas ilustrado com fotografias e descrição dos problemas registrados nos estabelecimentos educacionais. 

 Receberam o documento com a denúncia: Ministério Público Estadual (MPE), Gabinete do Governador, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Secretaria de Estado da Educação  (Seduc) e Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Os trabalhadores da Educação de Mato Grosso institucionalizaram o dia 15 de maio como uma data em que se manifestarão em prol do ensino público de qualidade. A manifestação teve início neste ano de 2013 e se depender da iniciativa do Governo Estadual em promover as reformas nas escolas, o protesto seguira por muitos anos.


 leia também
Sexta, 24 de junho de 2016
09:32
Chapeu educação
Começam hoje as inscrições para o Fies
Os interessados em financiar o ensino superior pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) poderão se inscrever a partir de hoje (24) até o dia 29, no portal do Fies
09:31
Chapeu brexit
Reino Unido decide sair da UE e primeiro-ministro anuncia renúncia
Com 52% dos votos a favor, o Reino Unido decide deixar a União Europeia (UE) após 43 anos de participação. O resultado do referendo realizado nessa quinta-feira (23) foi divulgado nas primeiras horas da manhã de hoje (24).
09:28
Chapeu tocha Olímpica
Calor e emoção marcam passagem da tocha olímpica
O acolhedor calor cuiabano voltou nesta quinta-feira (23 de junho) para receber a passagem da tocha olímpica pela Capital Mato-Grossense.
09:26
Chapeu imigrantes
Censo de Migrantes será realizado neste sábado em Cuiabá
Ao todo, serão 10 pontos da Capital, onde se estima haver a maior concentração de migrantes, com equipes da Smasdh, para a realização do cadastramento no período das 14h às 18h.
Quinta, 23 de junho de 2016
10:24
Chapeu custo brasil
Ex-ministro Paulo Bernardo é preso na Operação Custo Brasil
O ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo foi preso preventivamente na manhã de hoje (23), em Brasília, durante a Operação Custo Brasil da Polícia Federal, um desmembramento da Operação lava Jato.
10:12
Chapeu LAVA JATO
Polícia Federal faz buscas na sede do PT em São Paulo
A Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão como parte da Operação Custo Brasil desde as 6h de hoje (23) na sede do Partido dos Trabalhadores (PT)
10:07
Chapeu saúde
Jornada da Ginecologia e Obstetrícia terá início nesta 6ª feira, 24
Nos dias 24 e 25 de junho será realizada a XXI Jornada Mato-grossense de Ginecologia e Obstetrícia, no Hotel Holiday Inn, em Cuiabá.
10:03
Chapeu tocha Olímpica
Servidora do Judiciário carregará a tocha olímpica
Neste mês de junho Mato Grosso recebe a famosa tocha olímpica e Ana Flavia Marcelino de Barros, servidora do Poder Judiciário de Mato Grosso, é uma das pessoas que terá o privilégio de segurar esse ícone do movimento olímpico mundial.
Quarta, 22 de junho de 2016
17:20
Chapeu fethab
Municípios recebem primeira parcela da diferença do Fethab
O valor de R$ 19,4 milhões, relativo `a diferença do repasse do primeiro quadrimestre do Fethab de 2016 em comparação ao mesmo período de 2015, começou a ser transferido pelo governo do estado aos municípios este mês.
17:12
Chapeu tocha Olímpica
Tocha Olímpica chega amanhã às 10h em Várzea Grande
Várzea Grande será a porta de entrada da Tocha Olímpica no estado de Mato Grosso. Amanhã (23), o símbolo dos jogos chega às 10h no aeroporto internacional Marechal Rondon

+ ver todas as matérias
Eparre

 Maggi e as terras



Maggi, ministro da Agricultura, é favorável à venda de terras para estrangeiros. Argumenta que isso permitiria aumentar o crédito para os agricultores. Incrementaria a produção.

 Que tal começar pelas próprias?


Maggi - se o negócio é tão bom - deveria começar pela venda das próprias terras. Ao que se tem notícia é um voraz adquirente de propriedades rurais, principalmente as que por alguma razão, inclusive frustração de safra, deixou de pagar a Amaggi.

 Ninguém leva embora


Outro argumento é que ninguém leva a terra embora. Bem, depende. Será sempre uma "reserva de valor". Quanto menos um país decide sobre as formas de ocupação ou de aproveitamento do próprio território menos soberania tem. Ou, seria, por acaso, tornar palatável a perda progressiva de soberania?

 Temer e o feijão


Maggi está correndo em busca de feijão para comprar. Está pegando mal a "inflação do feijão". O Brasil quer importar do Mercosul e mais México e China. Não haverá tempo para conter o movimento altista. Isso é um dado da realidade presente.

 Inflação do feijão


Dilma enfrentou a inflação do tomate. Houve até colar de tomate na TV. A criatividade dos brasileiros está espalhando outras "joias". Anéis, pulseiras e outras utilidades para uma mercadoria tão valiosa. Sem feijão não se completa a refeição do brasileiro. Cardápio tradicional: arroz com feijão.

 Simples e nutritivo


Está provado que nosso arroz com feijão é um cardápio simples e nutritivo. Haja imaginação para substituir o "feijão nosso de cada dia". É bom lembrar aos demagogos de plantão: a frustração da segunda safra foi forte. Na próxima tudo estará regularizado. Quem não vai se dispor a plantar feijão com a saca chegando aos R$ 500,00 de hoje?

Eparre

Terça, 21 de junho de 2016
dson Luis
Vocês parecem macacas de auditório da Dilma. Ela já era. Só falta o velório.

Terça, 21 de junho de 2016
K.W.
Não tem jeito. Sou obrigado a ler aqui. Gostei da reportagem. Quem não deve gostar é o Taques. Ele não gosta de ouvir verdades. Menos ainda de ler.

Quarta, 30 de março de 2016
Lucio Ferreira
Cara, o Temer é traíra na política mas fiel ao bom gosto. Escolheu uma gata e agora camufla. Mesmo assim não apoio o Golpe. Deixa o mordomo de traidor quieto junto com o PMDBosta.

Terça, 29 de março de 2016
Ubiraci Carvalho
Será que o cara usa uma toga e já se acha dono da verdade? Impeachment sem crime de responsabilidade deve ser chamado pelo verdadeiro nome: GOLPE!

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 HUMOR
Só sendo muito chato mesmo pra armar uma pegadinha dessas.
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados