Cuiabá (MT), terça, 17 de outubro de 2017
Eparre
Terça, 10 de outubro de 2017
Ico_twitter  Ico_facebook

Aval verbal

Além do expediente citado há um estranho "aval verbal" onde o avalista não precisa apor a assinatura em qualquer documento bancário para se comprometer como garantidor de um empréstimo bancário. Condição estranhíssima, para não dizer, risível.


Ico_twitter  Ico_facebook

Figura singular na política

Sarita Baracat, figura singular na política de Mato Grosso, que conseguiu superar o "machismo" elegendo-se vereadora, prefeita e, mais tarde, deputada estadual num ambiente onde a atividade política era quase que exclusivamente de homens, faleceu ontem, aos 86 anos de idade. Deixa saudade e uma história pessoal de destaque.


Segunda, 09 de outubro de 2017
Ico_twitter  Ico_facebook

Galindo compromete Taques

O depoimento prestado pelo ex-secretário-adjunto de Segurança Pública, promotor Fábio Silvestre Galindo, lança dúvidas sobre a conduta do governador Pedro Taques no episódio da "Grampolândia Pantaneira". Como se sabe, existiram duas representações, uma primeira em 08/10/2015, com o protocolo formal reservado a documentos reservados e outra, em 14/10, que seguiu caminho diverso à documentação catalogada em caráter confidencial.


Ico_twitter  Ico_facebook

Protocolos diferentes

O promotor assegura que a apresentação realizada utilizando "power point", na casa do governador, antes de 14/10, revelava detalhes sobre os grampos clandestinos quando Pedro Taques pediu que a documentação fosse lavrada de forma oficial para a adoção de providências necessárias a um caso de tamanha gravidade.


Ico_twitter  Ico_facebook

Trama no protocolo

Como a documentação sigilosa é protocolada no Gabinete do Governador e a segunda representação seguiu caminho diferente, as ações do governador cingiram-se à primeira (08/10) encaminhada ao MPE e com decisão própria a tratar do caso. Com a numeração 542635/2015 há diversas reivindicações da Câmara Municipal de Juara e não "o trabalho robusto" informado pelo promotor.


Ico_twitter  Ico_facebook

Fraude x prevaricação

O governador Pedro Taques, que teve a sua autoridade questionada a ponto de ser representado junto ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) pelo crime de prevaricação, retrucou ao ex-secretário de Segurança, Mauro Zaque, com uma representação por fraude no sistema de protocolo, investigação cujos rumos ainda não foram totalmente esclarecidos, mas que implicaram na exoneração do ex-chefe da Casa Civil José Adolpho e num Processo Administrativo Disciplinar ainda sem conclusão.


Ico_twitter  Ico_facebook

TJ entra no caso

Por envolver militares de alta patente, ligados à Casa Militar e toda uma suspeição lançada sobre essas autoridades, o caso foi deslocado para o Tribunal de Justiça, sob a condução do desembargador Orlando Perri, que decretou 10 prisões cautelares e 1 condução coercitiva, com o propósito de desmontar um grupo que provia escutas clandestinas de maneira ilegal e usando a "barriga de alugal" para dar um verniz legal às interceptações.


Ico_twitter  Ico_facebook

Confusão x razão

É prematura qualquer conclusão pela culpabilidade dos envolvidos porque o procedimento ainda está em fase inquisitorial, mas, os indícios são suficientemente fortes para a promoção de indiciamentos de oficiais ligados à cúpula da Polícia Militar, aparentemente e ainda, com responsabilidades maiores sobre o episódio. Há muita água a rolar pelo Rio Cuiabá até que se chegue a uma conclusão definitiva sobre a responsabilização do governador como interessado ou mandante das escutas.


Sexta, 06 de outubro de 2017
Ico_twitter  Ico_facebook

Sem pagamento?

O mais novo boato na praça, depois da possível "prisão do governador", difundida em grupos nos aplicativos de mensagens e nas redes sociais, é a previsão de "calote no pagamento". A notícia - pseudo-notícia, ou, "fake news" - é que o Estado seria premido a parcelar salários tal como vem ocorrendo nos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e vários outros do Nordeste.


Ico_twitter  Ico_facebook

Boato

A Secretaria de Fazenda desmente o "boato". Segundo o próprio secretário, o pagamento será processado da forma usual, ou seja, arrecadação até o dia 10 para cumprir a folha no prazo legal. E, também, normal.


Ico_twitter  Ico_facebook

Aflições desnecessárias

Como não se consegue identificar a origem dos boatos - uma irresponsabilidade sem a respectiva punição - há muito sofrimento desnecessário.


Ico_twitter  Ico_facebook

Campanha contra

Impossível tamanha rapidez e substituição dos boatos sem uma "central" com o nítido propósito de desestabilizar o governador. É o que está em curso, principalmente com o aprofundamento das investigações sobre a "Grampolândia Pantaneira" e um bom número de prisões.


Ico_twitter  Ico_facebook

Temporada de recursos ao STJ

As investidas preliminares no STJ não foram bem sucedidas e os recursos foram negados. Apesar dos fatos novos, os advogados insistem na ausência de razões suficientes para a manutenção das prisões cautelares já que - na visão deles - há um evidente conflito de competência e até de fundamentos para a prevalência dos decretos de prisão. A conferir.


Quinta, 05 de outubro de 2017
Ico_twitter  Ico_facebook

Conselheiros substitutos reduzem folha do TCE

Os conselheiros-substitutos do Tribunal de Contas do Estado resolveram fazer uma redução na folha de pagamentos do Tribunal. Ocupantes de cargos de confiança vinculados aos gabinetes dos conselheiros afastados foram exonerados das respectivas funções.


Ico_twitter  Ico_facebook

Sem protestos

Os titulares, afastados por decisão do ministro Luiz Fus, do STF, até agora não se manifestaram sobre as exonerações promovidas pelos substitutos. Se não eram necessários que se extingam as vagas e a consequente redução do custo do TCE.




« anterior    |    1 - 2 - 3 - 4 - 5    |    próxima »
Eparre

Terça, 15 de agosto de 2017

Vocês estão todos no grampo. Se não for ilegalmente alguém da Justiça já deve ter determinado grampo em vocês. Ta todo mundo quietinho e aprovando prisão de qualquer jeito e vocês acham que prisão é pro cara ficar no bem bom?

Sexta, 04 de agosto de 2017
Ubiraci Carvalho
Caramba! Que rolo togado esses tais grampos. É um envolvendo o outro e outro envolvendo o um e mais um. VOte.

Sexta, 04 de agosto de 2017
K.W
Por mais que o povão gosta da desgraça alheia é bom ficar claro que prisão não é sala de suplício. Ou precisa desenhar?

Sexta, 04 de agosto de 2017
Odacil Ferreira
Gosto da informação apurada como estas que vcs publicam. E a seriedade com que tratam o assunto. As posições onde vcs se expressam através da coluna são absolutamente corretas. Querem fazer os militares bodes expiatórios e passarem por cima das leis. Onde já se viu querer mandar um coronel ex-comandante da PM, um ex-chefe da Casa Militar para um Presídio de segurança máxima? Regime Diferenciado é para cumprimento de pena ou excepecionalíssimo e não para servir a mesquinharias e a jogo de vaidades.

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 HUMOR
Profissional do sexo aprontando com pedestres em pegadinha engraçada
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados