Cuiabá (MT), terça, 23 de outubro de 2018
Eparre
Terça, 24 de abril de 2018
Ico_twitter  Ico_facebook

Racha no MDB

O racha no MDB, principalmente no Nordeste, é inevitável. Nem candidatura própria ou conjugada salva o MDB desse racha. Uma "foto autorizada" com Lula - há precedentes de candidatos que fizeram campanha na prisão - é, no Nordeste, uma alavanca e tanto para qualquer candidato.


Ico_twitter  Ico_facebook

Legislativo x Judiciário

A fonte primária na nossa tradição romano-germânica de Direito continua sendo a lei. Estas são votadas pelos representantes eleitos pelo povo. A hermenêutica, a analogia e todo o esforço interpretativo (não vale a retórica chinfrim ante o direito positivado) não podem se sobrepor à legislação votada e chancelada pelos representantes do povo. O Judiciário, ao menos em matéria penal, vem procedendo de forma muito criativa, mas, chegou-se a um ponto em que a classe política será obrigada a reagir. Ou o faz, ou se perde. Impossível empurrar com a barriga.


Segunda, 23 de abril de 2018
Ico_twitter  Ico_facebook

Estabilização Fiscal

Eduardo Botelho (PSB), presidente da Assembleia Legislativa, promete dar apoio para que a Casa analise a proposta do FEEF (Fundo Estadual de Estabilização Fiscal) proposto pelo governador. A Fonte 100 está totalmente comprometida com pagamento de salários, duodécimos de Poderes e órgãos autônomos (MPE e Defensoria) e autarquias. O Estado, conseguiu, finalmente se transformar num "salarião".


Ico_twitter  Ico_facebook

Dinheiro pra Saúde

Como o repasse de verbas federais está comprometido e os problemas de saúde da população aumentam porque muitos deixaram os Planos de Saúde para agregarem no SUS, haja dinheiro. Todo mês sobra mês e falta dinheiro. A Assembleia quer o FEEP totalmente voltando para pagamento de entidades filantrópicas e compor os gastos gerais em saúde pública.


Ico_twitter  Ico_facebook

FES?

Fica a sugestão: Fundo para Estabilização da Saúde, que, por certo, vai começar na UTI. Volta e meia os filantrópicos são obrigados a operar no limite do limite e até a suspender serviços. A conta não fecha.


Ico_twitter  Ico_facebook

Sucessão

Mauro Mendes, bem provável, não seja candidato. Deve se desfiliar, inclusive, do DEM, onde foi recebido com festa. Está sob fogo cruzado: questões com a Justiça e com a viabilidade das próprias empresas.


Ico_twitter  Ico_facebook

W.O.

Há algum tempo este site observa que as composições políticas estão difíceis para a candidatura majoritária central. Haverá Oposição, claro. Já se teve diversos tipos de candidaturas de Oposição aqui no Estado e todas mal conseguiram firmar presença. A disputa, realmente, vai acontecer nas vagas para o Senado. O vice-governador, Fávaro, é um nome interessante por suas ligações com o agronegócio. O Agro é Bom. O Agro é Top. O Agro é Pop. Claro, pode muito mas não pode tudo.


Quinta, 19 de abril de 2018
Ico_twitter  Ico_facebook

Agronegócio em Parque Estadual

A Unidade de Conservação Integral do Parque Estadual da Serra de Ricardo Franco é palco de uma disputa entre o Ministério Público Estadual e a Secretaria do Meio Ambiente. O MPE prodigaliza críticas ao governador pelo imobilismo da Secretaria nas ações de fiscalização e pela ausência de iniciativas para implementar a arrecadação de mais de R$ 800 milhões em multas nas investidas da fiscalização.


Ico_twitter  Ico_facebook

A liderança do agro

O agronegócio - importantíssimo para a eleição de qualquer governador - tem vida própria no Estado. A ocupação de cargos políticos estratégicos garante ao agronegócio manter-se a cavaleiro de infrações ambientais e outras, incluindo, por óbvio, as reservas que são obrigados a manter por lei.


Ico_twitter  Ico_facebook

Discurso oportunista

E os líderes do agronegócio não só disputam fatias generosas do crédito público direcionado e com taxas subvencionadas, mas, ao menor sinal de ação ambiental remetem suas agruras aos governos militares que estimularam a migração para o Centro-Oeste exigindo, à época, para concessão de crédito subsidiado, o desmatamento de 80% das áreas. Evidente que só vieram a desmatar depois quando a infraestrutura avançou valorizando o patrimônio de cada um e rentabilizando as culturas de soja, algodão e milho.


Ico_twitter  Ico_facebook

Candidatura de Fávaro

O PSD compareceu em peso ao gabinete do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, para se assegurar de apoio a uma candidatura oriunda do agronegócio. Sem Blairo, mas com seu impulso, o projeto se torna cada vez mais palatável.


Ico_twitter  Ico_facebook

Leitão x Cabeção

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) reclama que metade dos leitos do Hospital Santo Antonio em Sinop está subutilizada. O deputado atribui tal fato à incompetência de Luiz Soares (PSDB), Secretário Estadual de Saúde, as agruras por que passa a população sinopense que tem naquela unidade hospitalar, a única capaz de fazer atendimento às expensas do Sistema Único de Saúde - SUS.


Terça, 17 de abril de 2018
Ico_twitter  Ico_facebook

Ida ao Taques

"Vou ver com o Taques", expressão comum a políticos e eventuais candidatos sobre as mais diversas reivindicações. É o estilo centralizador do governador que, desde o princípio, delegou de forma quase sempre relutante. O secretariado técnico acabou varrido por absoluta carência de habilidades na condução de políticas públicas.


Ico_twitter  Ico_facebook

Boa visão

No governo, ao menos "boa visão". É o sucesso das cirurgias de catarata nas "Caravana da Transformação". Como não transforma muito, a caravana ao menos melhora a visão de muita gente o que, por seu turno, não deixa de ser uma transformação enorme. Que continue, pois.


Ico_twitter  Ico_facebook

Barata tonta

A classe está feito barata tonta. Lembra o velho ditado: "Quem está fora quer entrar e quem está dentro quer ficar". Isso significa um grande desconforto para as disputas eleitorais que se avizinham.




« anterior    |    2 - 3 - 4 - 5 - 6    |    próxima »
Eparre

Terça, 25 de setembro de 2018
Jurandir
Tá difícil escolher um candidato a governador. Tirante os desconhecidos, só safados.

Segunda, 24 de setembro de 2018
Luiz Roberto
Acho que o pau vai torar no segundo turno. O MM se não ganhar no primeiro não leva depois. Pode anotar. Quanto ao Corecon é mais uma das brigas como as do CRECI, CREA, CRA, CRM...Se é prestação gratuita de serviços é de estranhar tamanha generosidade. Algum benefício tem. Mesmo indireto, mas tem. Prestígio, por exemplo. Vale mais que dinheiro.

Segunda, 24 de setembro de 2018
Manoel Fernandes
Acho que o Corecon ganhou mais organização e seriedade. Sempre há uma ovelha manca em todo rebanho, mas, essa se machucou sozinha.

Domingo, 23 de setembro de 2018
Edvaldo
Entra conselho e sai conselho, Sindicados e Conselhos Regionais continuam na mesma. Um grupo que entra não quer sair e o que sai sempre quer voltar. Deve ser bom, né?

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 HUMOR
10 coisas que você não deve fazer num velório!
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados