Cuiabá (MT), domingo, 19 de agosto de 2018
Epa do Leitor
Sexta, 08 de julho de 2016
Ico_twitter  Ico_facebook

Tomé Nister

Por: Tomé Nister
Se for a mesma malandragem queimo o voto. Não voto em ninguém.


Ico_twitter  Ico_facebook

Ubiraci Carvalho

Por: Ubiraci Carvalho
Achei o cenário político bem traçado. Mas é o que digo. Vocês acham que esse bando de políticos ladrões vai mudar a lei para prejudicá-los? Ninguém é bobó tchera-tchera.


Ico_twitter  Ico_facebook

Lucio Ferreira

Por: Lucio Ferreira
Esse negócio de privatizar o que o Estado tem obrigação de fazer só da merda. Não questiono a honestidade dos advogados que, pelos ossos do ofício, dão nó em relâmpago com luva de boxe. Questiono é a necessidade da licitação.


Ico_twitter  Ico_facebook

Edson Luis

Por: Edson Luis
Esse caso da PGE promete. Acho que houve algum engano, mas, empresa de Campo Grande? Vcs estão enganados. É um grande escritório local vinculado a ex-presidente da Ordem.


Quinta, 07 de julho de 2016
Ico_twitter  Ico_facebook

Otacílio Leite

Por: Otacílio Leite
Justo agora que eu ia passar num concurso para a PGE? Vocês foram arrancar a notícia do fundo do baú.


Ico_twitter  Ico_facebook

Fernando Rodrigues

Por: Fernando Rodrigues
É uma pena. Advogado vai trabalhar e neguinho leva a grana. É assim que funciona.


Ico_twitter  Ico_facebook

Lucio Ferreira

Por: Lucio Ferreira
O impeachment é uma vergonha mas já está consolidado. Os caras querem mesmo é assaltar a Viúva. Os déficits que a Dilma não podia contratar para alavancar a economia estão contratados para este e o ano que vem. Uma continha de uns $ 340 bilhões a serem acrescidos à Dívida Interna. O que eles queriam era, mesmo, assaltar os cofres públicos e a Dilma escondia a chave. Se ferrou por isso. O resto é puro jogo de cena.


Ico_twitter  Ico_facebook

K.W.

Por: K.W.
Esse é o epa velho de guerra.


Ico_twitter  Ico_facebook

Jocimar Arantes

Por: Jocimar Arantes
Um análise impecável dos bastidores da sucessão na Assembleia. Típico de quem conhece o assunto. Mas, conhecendo o jornalista como conheço, acho que ele deveria mencionar os detalhes "mais picantes".


Ico_twitter  Ico_facebook

Inconformismo

Por:
A campanha "Tá tendo tansformação" demonstra que o governo saiu da arrumação inicial para movimentar o cenário. Há, de fato, obras em andamento. Apesar disso surgem inconformados que repetem, incansavelmente, que a maior obra da atual gestão foi a prisão do ex-governador com seu mais expressivo "staff".


Segunda, 04 de julho de 2016
Ico_twitter  Ico_facebook

K.W.

Por: K.W.
Putz. O RGA acabou. Tem novidade no Estado?


Terça, 21 de junho de 2016
Ico_twitter  Ico_facebook

dson Luis

Por: dson Luis
Vocês parecem macacas de auditório da Dilma. Ela já era. Só falta o velório.


Ico_twitter  Ico_facebook

K.W.

Por: K.W.
Não tem jeito. Sou obrigado a ler aqui. Gostei da reportagem. Quem não deve gostar é o Taques. Ele não gosta de ouvir verdades. Menos ainda de ler.


Quarta, 30 de março de 2016
Ico_twitter  Ico_facebook

Lucio Ferreira

Por: Lucio Ferreira
Cara, o Temer é traíra na política mas fiel ao bom gosto. Escolheu uma gata e agora camufla. Mesmo assim não apoio o Golpe. Deixa o mordomo de traidor quieto junto com o PMDBosta.


Terça, 29 de março de 2016
Ico_twitter  Ico_facebook

Ubiraci Carvalho

Por: Ubiraci Carvalho
Será que o cara usa uma toga e já se acha dono da verdade? Impeachment sem crime de responsabilidade deve ser chamado pelo verdadeiro nome: GOLPE!



« anterior    |    3 - 4 - 5 - 6 - 7    |    próxima »
Eparre

 Campanha confusa


Há uma imensa articulação para o Caixa 2 conduzida pelos candidatos nas eleições proporcionais. Como a lição não parece ter sido aprendida e há muita gente precisando do mandato para se manter em liberdade tudo indica que não se verá grandes modificações na composição do Parlamento, tanto federal quanto estadual.

 Majoritária indefinida


Mauro Mendes protagoniza o suspense. Não diz que sim, nem que não. Muita gente gostaria que o quadro para candidatos a governador estivesse definido. Por enquanto continua apenas no nível de desejo. A Copa do Mundo não parece ter despertado tanto entusiasmo.

 Frio na fria


Os candidatos, em decorrência das competições, raciocinam com eleições anteriores, devidamente esquecidos de que o país vive um momento atípico e caminhando para uma encruzilhada. Até onde vai o aprofundamento do golpe ante a deterioração econômica que se vive? Ou seja, é uma "fria" no frio que parece ter dado uma trégua mas deve retornar.

 A escolha do candidato


O eleitorado está mais exigente em relação às candidaturas e hoje privilegia a "honestidade" em detrimento da "experiência". Isso significa que trajetória política anterior pode, inclusive, colocar em risco a biografia do candidato. Políticos profissionais caminham para a rejeição, mas, como detêm a máquina partidária na mão vão fintar tudo e todos para chegarem lá.

 Legalidade formal


A atipicidade do momento eleitoral em que a principal liderança política do país, Lula, continua na prisão transtorna o ambiente de pesquisas eleitorais. O PT continua com um grande "ativo político" que deve ganhar mais relevância ainda se mantido preso. Será a resposta à Justiça que não respondeu às normas e tratou de criar "para situações excepcionais, soluções excepcionais". Ingressamos, portanto, numa moderna ditadura sob o disfarce da legalidade formal.

 Regime de exceção


Só um regime de exceção promoveria o julgamento de Lula em tempo recorde:menos de 18 meses entre a denúncia e a condenação em segunda instância. A mesma pressa não se observa quanto à admissibilidade de recursos às instâncias superiores: Recurso Especial ao Superior Tribunal de Justiça e Recurso Extraordinário ao Supremo Tribunal Federal. E os "togados" não gostam do rótulo de "golpistas". Alguns, de fato, não o são. Mas, apenas alguns.

Vídeos
 HUMOR
Red Bull te dá asas! E não é que ele levou a sério.
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados