Cuiabá (MT), domingo, 21 de outubro de 2018
Leitura

Sábado, 12 de março de 2016, 11h49
Chapeu_leitura artigo

Prótese de silicone: por cima ou por baixo do músculo?

Benedito Figueiredo Junior


O implante de prótese mamaria tem como objetivo aumentar o volume das mamas e  é realizada há mais de 40 anos com técnica confiável, resultados excelentes, imediatos e duradouros. Não interfere na sensibilidade, não provoca nenhum tipo de doenças, nem interfere numa futura gravidez ou amamentação.

Ao se decidir colocar uma prótese de silicone nos seios muitas são as dúvidas das pacientes.  Formato da prótese, incisão e se será por cima ou por baixo do músculo.

As próteses podem ser colocadas por uma incisão ao redor das aréolas, embaixo das mamas ou pelas axilas, em geral pelas axilas é evitado por questões de saúde podendo prejudicar o diagnóstico de câncer de mama em alguns casos. Na questão do corte pela aréola há o agravante da cicatriz ficar sempre visível e caso a cicatrização não ser tão perfeita como a paciente espera, principalmente em quem possui problema de cicatrização como quelóide, ser de difícil disfarce. Então esteticamente hoje a mais utilizada é um corte embaixo da mama ( Sulco Mamário).

Agora vamos falar de onde o implante de silicone será alojado, em cima ou embaixo dos músculos mamários.

O que vai determinar o melhor método de alojamento é a estrutura da mama.  E cada mulher tem um organismo diferente. As características físicas de cada pessoa é que definem à posição do implante. Depende da espessura da pele e o tamanho do tórax e das mamas. O histórico familiar de câncer de mama também pesa na decisão, pois é possível que a paciente tenha que remover suas glândulas mamárias se desenvolver essa doença.

Temos hoje os planos de implantação submuscular, subglandular, subfascial e duplo espaço.

Pode-se optar por implantar  no plano submuscular, isso é, colocar a prótese entre os músculos torácicos e contra a parede do tórax.  A vantagem é que  os seios ficam com uma aparência mais natural em pacientes muito magras, e como desvantagem limitam a movimentação natural da mama. Indicado para mulheres magras.

Outro método é a implantação subglandular, isto é, ter as próteses logo abaixo das glândulas mamárias. Neste caso, as próteses ficam mais evidentes, deixando o colo com uma projeção saliente, mantendo a mobilidade natural da mama.

No caso de uma opção intermediária é feito a implantação no plano subfascial. Este método as próteses são colocadas  em cima dos músculos mamários, mas sob a camada facial e as glândulas.

E por último a duplo espaço onde a prótese é colocada no seu pólo superior atrás da glândula e no pólo inferior do músculo.

Independente dos métodos diferentes, seja qual for a técnica adotada, a anestesia utilizada varia desde a local com sedação até a geral, decisão esta tomada pelo médico anestesiologista e a cirurgia dura em torno de uma hora. Os cuidados pós-operatórios são os mesmos, mas a duração da recuperação da cirurgia submuscular pode ser um pouco mais longa que as demais. Deve-se evitar suspender os braços acima da cabeça, exercícios físicos que envolvam tórax e braços só após 30 dias assim como dirigir.

Em geral é feita prevenção de infecção com antibióticos por 10 dias.

Importante que seja avaliado pelo cirurgião plástico que possui registro no Conselho Federal de Medicina (CFM) e tenha Registro de Qualificação de Especialização(RQE) e faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).


Benedito Figueiredo Junior

Benedito Figueiredo Junior é cirurgião plástico na Angiodermoplast. CRM 4385 e RQE 1266.


 leia também

Eluise Dorileo
Domingo, 17 de dezembro de 2017
É tempo de gratidão
Estamos perto do Natal. Esse é um momento de gratidão por todo o ano que passou.
Wilson Alves da Silva
Quinta, 16 de novembro de 2017
O transporte alternativo pede socorro
O serviço de táxi-lotação, micro-ônibus foi instituído em Cuiabá pela Lei Municipal 2.758/1990 e começou a operar nas linhas de Cuiabá na gestão do ex-prefeito Frederico Campos.
Benedito Figueiredo Junior
Domingo, 14 de maio de 2017
Cirurgia plástica pós-gravidez
A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica aconselha de 6 meses a um ano para se pensar em realizá-las

+ ver todas os artigos
Eparre

 Relax


As equipes de campanha vencedoras entraram em momento de "relax". Depois do sufoco da apuração vem, de fato, esse momento de calmaria.

 Até o pagamento


E esse momento de calmaria costuma durar até o próximo pagamento. Pelo número de cobranças judiciais em andamento, o marketing político se tornou muito arriscado embora haja outras formas de compensação pelos serviços prestados e não constantes, obrigatoriamente, de prestação de contas de campanha.

 Como as bruxas


"Jo no lo creo en las brujas, pero las hay, las hay". Ainda há muitas "bruxas" à solta nesse período pos-eleitoral. Ninguém sabe até onde as vassouras vão conduzi-las.

Eparre

Terça, 25 de setembro de 2018
Jurandir
Tá difícil escolher um candidato a governador. Tirante os desconhecidos, só safados.

Segunda, 24 de setembro de 2018
Luiz Roberto
Acho que o pau vai torar no segundo turno. O MM se não ganhar no primeiro não leva depois. Pode anotar. Quanto ao Corecon é mais uma das brigas como as do CRECI, CREA, CRA, CRM...Se é prestação gratuita de serviços é de estranhar tamanha generosidade. Algum benefício tem. Mesmo indireto, mas tem. Prestígio, por exemplo. Vale mais que dinheiro.

Segunda, 24 de setembro de 2018
Manoel Fernandes
Acho que o Corecon ganhou mais organização e seriedade. Sempre há uma ovelha manca em todo rebanho, mas, essa se machucou sozinha.

Domingo, 23 de setembro de 2018
Edvaldo
Entra conselho e sai conselho, Sindicados e Conselhos Regionais continuam na mesma. Um grupo que entra não quer sair e o que sai sempre quer voltar. Deve ser bom, né?

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 HUMOR
10 coisas que você não deve fazer num velório!
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados