Cuiabá (MT), quarta, 28 de junho de 2017
Leitura

Domingo, 03 de julho de 2016, 22h34
Chapeu_leitura artigo

Cirurgia de nariz é a 6ª mais pedida no Brasil

Benedito Figueiredo Junior


Quando olhamos no espelho em geral a primeira parte do rosto  que vislumbramos é o nariz que dependendo do formato contribui para a harmonia ou desarmonia do rosto. Por isso muitas pessoas buscam o cirurgião plástico para fazer a Rinoplastia, ou seja, a cirurgia para remodelar o nariz. Essa já é a 6ª cirurgia plástica mais pedida no Brasil conforme pesquisa de 2013 da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Com a  rinoplastia é possível  aumentar ou diminuir o nariz, arrebitar a ponta, afinar as asas nasais e por fim aquela saliência óssea conhecida como ‘nariz de tucano’ fazendo a raspagem  e o fratura do nariz que é feita para compensar a raspagem óssea, que diminui a massa óssea do local, estimulando a formação óssea do local e para afinar o nariz de pessoas que tem a base muito larga. Quem sofreu alguma fratura prévia, que deixou o nariz torto, também pode precisar da fratura nasal para ajustá-lo.

 Em alguns casos é feita também a retirada de parte dos cornetos nasais, a popular carne esponjosa, que costuma aumentar na presença de alergias, como a rinite. A rinoplastia é indicada a partir dos 15 anos de idade, quando a formação óssea da face já está concluída.

 Pode ser feita a técnica fechada em que é com pequena incisão  na parte interna do nariz indicada para pequenas intervenções estéticas. E também a técnica aberta que é mais indicada nos casos em que há a necessidade de grandes alterações na ponta do nariz com corte na parte interna e também na base do nariz. Tanto um como o outro a cicatriz é interna e não aparente.

 Seja qual for a técnica, a rinoplastia exige qualificação do profissional para que o resultado seja o esperado pelo paciente.

 A cirurgia é como qualquer outra. O paciente precisa de exames de imagem, passar pelos testes de risco cirúrgico(avaliação cardiológica, dosagem de sódio, potássio, ureia e creatinina e coagulograma) ,  pois o procedimento é feito com anestesia em centro cirúrgico e o paciente deve estar em jejum a pelo menos 8h. O paciente pode ficar internado por um período de 12 a 24 horas.

 A rinoplastia pode ser realizada com a correção do septo nasal e a turbinectomia( retirada de carne esponjosa). Neste caso, é recomendado que a cirurgia, seja, realizada pelo cirurgião plástico e o otorrinolaringologista.

 Após o procedimento pode ocorrer sangramento  e dificuldade respiratória no pós-operatório e há riscos  de infecção. 

O paciente sai com um plástico enrijecido para que o nariz fique imóvel por mais tempo. Este plástico também se molda de maneira mais eficiente ao nariz e pode ser molhado. Os curativos são mantidos por 15 dias, sendo sete dias com plástico enrijecido e sete somente com fita adesiva porosa. Os tampões internos, quando necessários, ficam por um dia.

 A alimentação deve ser mais pastosa por 7 dias para evitar mastigação mais forte e o repouso também. Exercícios físicos são recomendados por dois a três meses.

 A dor é tratada com analgésicos e a posição ao dormir barriga para cima e cabeça elevada com travesseiros. Deve ser evitado assuar o nariz.

Os resultados já podem começar a serem  vistos com 30 dias, mas o resultado final somente será visto de 6 a 1 ano. Em caso do resultado não ser perfeito, é possível uma intervenção secundária para corrigir a cirurgia.

 

 


Benedito Figueiredo Junior

Benedito Figueiredo Junior é cirurgião plástico na Angiodermoplast. CRM 4385 e RQE 1266.


 leia também

Benedito Figueiredo Junior
Domingo, 14 de maio de 2017
Cirurgia plástica pós-gravidez
A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica aconselha de 6 meses a um ano para se pensar em realizá-las
Juacy da Silva
Terça, 09 de maio de 2017
Agricultura urbana e periurbana
O mundo e os países, em graus variados, enfrentam diversos desafios que devem ser encarados e equacionados para que a população possa desfrutar de padrões e qualidade de vida mais dignos.
Eluise Dorileo
Terça, 09 de maio de 2017
Bom relacionamento com a mãe é certeza de sucesso na vida
O sucesso tem o rosto da mãe, assim é a definição da importância da conexão com a mãe em nossa vida, segundo o alemão teólogo...

+ ver todas os artigos
Eparre

 Embalo na vizinha


É. Na vizinha cidade de Várzea Grande. Há um certo frenesi para que alguns aspectos urbanísticos da cidade tomem características de uma cidade com o mínimo de gestão responsável.

 Pronto Socorro da capital


No que depender do Estado, as obras do Pronto Socorro chegarão a bom termo. Acontece que uma unidade médica complexa de pronto atendimento precisa de equipamentos cuja aquisição pode ser quase tão cara quanto as obras físicas. As tais "emendas de bancada" chegarão a tempo?

 Cassação de Lucimar


A cassação de Lucimar Campos por ter investido excessivamente em publicidade no ano anterior às eleições é objeto de contestação junto ao Tribunal Regional Eleitoral, primeira etapa do recurso. A administração, por enquanto, permanece, pois, o recurso tem efeito suspensivo. Em outras palavras: os efeitos da condenação ainda não foram aplicados.

 Instabilidade


Provavelmente Várzea Grande já bateu os recordes em matéria de sucessões temporárias de prefeitos. Já se chegou a um tempo em que as redações se perguntavam qual seria o prefeito do dia.

 Sofrimento


O povo menos favorecido é quem sofre mais com tamanha instabilidade. Obras essenciais são interrompidas, precarizam-se serviços como educação e saúde enquanto o caos se instala, de forma geral, nos serviços objetos de concessão.

Eparre

Quarta, 14 de junho de 2017
Lucio Ferreira
Será que o Zé do Pátio abilolou? O que está em dia mesmo seu Pátio?

Segunda, 12 de junho de 2017
Adailton Fernandes
O redator parece que acompanhou a sessão do TSE. Um resumo claro, demonstrando o trabalho que teve para decifrar os termos jurídicos. Essa ação vai dar o que falar. EPA MEU!

Segunda, 12 de junho de 2017
Ubiraci Carvalho
Gosto muito do humor do EPA. Ultimamente parece que vocês estavam meio brigados com o mundo. Agora valeu.

Sábado, 10 de junho de 2017
Marcio
Eu não entendo muito bem o funcionalismo. Ganha a revisão completa mas paga de forma parcelada. Ou seja, a grana entra no bolso. Será que faz greve pela greve ou para manter a mobilização?

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 INFORME PUBLICITÁRIO
MT em Ação Caravana em Alta Floresta
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados