Cuiabá (MT), domingo, 25 de fevereiro de 2018
Vídeos


Quarta, 19 de abril de 2017, 19h32

Mato Grosso Mais - Governo do Estado presta homenagens aos 298 anos de Cuiaba




Download Download


Leiamais veja também

+ ver todas os vídeos
Eparre

 Operação Bereré assusta


Empresários estão apreensivos com o andamento da "Operação Bereré" que apura desvios no Detran/MT. A EIG Mercados, executora de contrato para inserir ou retirar gravames e outros serviços informatizados, é acusada de repassar boa parte de sua receita com os serviços concedidos para agentes políticos e servidores públicos. Como há "graúdos" envolvidos o clima é de muita preocupação.

 Auto peças Virtual recebia "real"


Uma Loja de Auto Peças "virtual" faturou quase R$ 1,5 milhão de reais apenas em dezembro de 2016. Em outras palavras, o "esquema" iniciado na gestão Silval quase ultrapassa o mandato do atual governador.

 De carona


Júlio Campos pretende se candidatar a deputado federal já que Jaime pretende continuar apoiando Gilmar Fabris (DEM) que aportou emendas de R$ 5 milhões para Várzea Grande e já era compromisso político firmado. Júlio, ao disputar cargo para a Câmara dos Deputados Federais, poderá "surfar" até numa eventual candidatura de Jaime ao Senado.

 Na prática a teoria é outra


Bem verdade que as disputas proporcionais são uma briga de foice no escuro. Qualquer favoritismo de Jaime em relação ao irmão, numa disputa majoritária, pode trazer prejuízos à sua própria campanha. É outro lado da questão.

 Fundo de Estabilização Fiscal


O FEF tem mais cara de suicídio político e, dificilmente, será aprovado na Assembleia Legislativa em ano de disputas eleitorais com esse pano de fundo quase trágico que atinge a classe política. Que ninguém espere uma marcha ao cadafalso de qualquer deputado minimamente sensível nesse período pré-campanha. Alias, o "Conselho Político" do governador - se é que existe - deve ser composto por alguém que nunca disputou eleição.

 Mau pagador - "Involução"


O Governo do Estado até algum tempo atrás tinha a aura de "bom pagador". A verdade é que se não dispõe de recursos para contratar e pagar, melhor não fazer os contratos. Gera expectativas que não se realizam e transfere o ônus dos atrasos de pagamento para o empresariado que, de forma geral, sofre com o crédito curto na praça. Ou alguém imagina que o déficit ocorra no setor de pessoal do Estado?

 Folha terrível


O Estado vive em função do pagamento de salários. Todo mês é um "suspense". Os repasses federais parecem sumir pelo "ralo" mal chegam à Conta Única do Estado. Trata-se de um conflito permanente.

 "Seca-poço"


O dinheiro do Estado parece o velho e manjado cobertor "seca-poço". Se cobre a cabeça os pés ficam de fora; se cobre os pés é a vez da cabeça ficar ao sabor do tempo.
O jeito, mesmo, é se encolher.

Eparre

Sexta, 16 de fevereiro de 2018
K.W.
Estranha a edição. Essas agressões na Fecomercio não são gratuitas. Há muita sede de poder. Só pode.

Sexta, 15 de dezembro de 2017
Juvenal
Respondendo ao amigo.
Ficou para depois do carnaval..
Vai Brasillll!!!

Sexta, 08 de dezembro de 2017
Roberto Alves
Alguém acredita que a reforma da previdência sai em 2017?

Terça, 15 de agosto de 2017

Vocês estão todos no grampo. Se não for ilegalmente alguém da Justiça já deve ter determinado grampo em vocês. Ta todo mundo quietinho e aprovando prisão de qualquer jeito e vocês acham que prisão é pro cara ficar no bem bom?

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados